top of page
O ÚLTIMO HOMEM
O ÚLTIMO HOMEM

Mary Shelley

AUTORIA

Mary Wollstonecraft Shelley (1797-1851), mais conhecida por Mary Shelley, escritora britânica, e uma das precursoras da literatura de ficção. A sua obra mais famosa é Frankenstein, ou moderno Prometeu, escrita entre os anos de 1816 e 1817. O romance obteve grande sucesso e gerou um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidentais. Após o casamento de Mary com Percy Shelley, um dos expoentes do Romantismo inglês ao lado de Lorde Byron, o casal mudou-se para Itália, aonde Mary viria a perder o marido em um trágico acidente de barco, em 1822, lançando-a num período de recolhimento. Nesse período, Mary organiza a vasta produção poética do marido e ainda encontrou tempo para produzir outras obras, contudo sem a mesma qualidade de Frankenstein. A sua produção literária esteve por décadas ofuscada pela relevância da obra poética do marido, facto que a crítica especializada tem revisto, vislumbrando-se características que acabariam por influenciar toda uma geração de escritores. Em 1826, Mary Shelley produz o que a crítica contemporânea considera como sendo a sua melhor obra O último homem: The last man, pioneira da ficção-científica e do romance distópico que influenciaria toda uma geração de escritores do gênero.

OBRAS RELACIONADAS
bottom of page